Arte Popular

Em 1931, com o objetivo de incentiva e preservar a arte popular, D. Henriqueta Martins Catharino adquiriu uma coleção de escultura de madeira executada por artistas populares de Santo Estevão de Jacuípe, dando assim início a futura Coleção de Arte Popular, primeiro do gênero na Bahia e de cunho essencialmente regional, constituído em grande parte de peças provenientes do interior do estado.

A coleção de Arte Popular ficou desativado durante alguns anos e foi reinaugurado em 22 de agosto de 2014. A sua coleção, uma dos mais completas do país, conta com milhares de peças que exibem o talento e a criatividade dos artistas de diversas partes do Brasil e do mundo.